Arquivo da categoria: Politica

INVASÃO À CASA DE DHLAKAMA NA BEIRA PELA “POLÍCIA”

Ataque a casa de Dhlakama na Beira
Ataques sucessivos aconteceram a comitiva de Afonso Dhlakama, mas ninguém conhecia os protagonistas pois sempre houve troca de acusações. Até houve informação de que a própria perpetuou os ataques “contra si mesmo”, e parece-me com a invasão à casa de Dhlakama ontem (dia 09/10/2015) há uma questão a colocar:
Talvez você tem uma resposta sobre o assunto a partir de ontem.
Lembra que circulou a informação de que houve uma movimentação do material bélico para Gorongosa (província de Sofala) após o desaparecimento de Dhlakama, eu mesmo perguntei-me, “MAS PARA QUÊ”.
Ontem Dhlakama e os corajosos jornalistas esperavam uma conferência de impressa trocada pela conferência de “forças armadas”.
Embora diz-se que foi a polícia que invadiu, talvez queiram dizer forças da Unidade de Intervenção Rápida (UIR) e Grupo Operativo Especial uma força fortemente armada com “ilimitados” recursos bélicos (ver http://www.dw.com/…/pol%C3%ADcia-mo%C3%A7ambican…/a-18772017) , dai que o termo POLÍCIA é uma distracção.
Dhlakama não caiu na grande armadilha do Governo pois bastava “uma explosão de pneu” (como se diz sempre) para atacar a casa do líder da Renamo mas parece que o velho general é mesmo GENERAL.
E o artigo 146 da Constituição da República de Moçambique no seu nº 4 claramente estabelece que “o Presidente da República é o Comandante-Chefe das Forças de Defesa e Segurança”.
O povo Moçambicano ouviu… “meu coração é de todos moçambicanos, as boas ideias não tem cor partidária… a paz é a condição para o desenvolvimento” (baixa aqui: http://www.caicc.org.mz/biblioteca/eleicoes/3448– Discurso de tomada de posse de Filipe Jacinto Nyusi).
Será que o Presidente está mesmo no comando das Forças de Defesa e Segurança ou mudou do compromisso que assumiu com o povo moçambicano, e se o fez, que o fale publicamente.
Fiz um texto grande, desculpe-me meu caro leitor, só quis trazer uma pequena reflexão sobre ontem.

Anúncios